Pra você.

Posted by Italo Stauffenberg Marcadores: ,

Os nossos segredos vou guardar em algum lugar
Disso não esqueço, isso não apago
Foi algo importante, algo que ficou marcado
Por mais que doa jamais será deletado.

O passado é apenas um amigo
Que parece ter se tornado inimigo
Não me aflijo pois no fundo sei que isso foi preciso
Você está, pra sempre, aqui.

Os nossos segredos vou guardar em algum lugar
Pra não esquecer que um dia te amei
Não, eu não me esquecerei dos dias felizes
Da aurora, dos sorrisos e da magia.

Amor como esse o tempo não pode apagar.
Segredos como esse ninguém pode revelar.
Está mais que oculto
No fundo do meu coração.

Te amo, amor da minha vida.

Pauta para Edição Musical do Projeto Bloínquês

5 comentários:

  1. Karenzinha

    Amei... Beijosss..

  1. Babizinha

    É impossível esquecer-se de quem amou, independente do tamanho da dor que marcou o fim. Belo poema! (:

    P.s: Como você está participando de algo que será avaliado, respeitosamente aponto a palavra "aflijo" a ser corrigida.

    Beijos
    :*

  1. Italo Stauffenberg

    Sorry babizinha, vicios de linguagem que ponho nos textos mas MUITO obrigado. Já foi revisado.

  1. Babizinha

    É, sou moderadora do Palavras Mil. (:

    :*

  1. @juusep

    Você escreve com graça!

 

2011 por Natalia Araújo 2013 por Allan Penteado. Exclusivamente para o blog Manuscrito. Cópia parcial ou integral é totalmente proibida.