Um pai NADA herói.

Posted by Italo Stauffenberg Marcadores: , , , ,

      
      Sim, Dia dos Pais. Que dia lindo não? Bom, nem para todos. Não, eu não sou revoltado por causa do meu pai mas para mim ele não é um exemplo de pai herói. Por muitas vezes senti o amor dele por mim mas em diversas vezes pude sentir, ver e presenciar o ódio da sua repulsa por mim. Não, eu não sou um filho-problema. Talvez ele seja o meu pai-problema. De fato, enquanto ele morava comigo e era casado com minha mãe as coisas iam bem. Sim, pareciam bem. Quando um casal se separa muita coisa muda. Às vezes, os filhos ficam revoltados, outras vezes não. Isso valeu para mim. Não me deixei abalar.
      São tantas coisas que me aconteceram que se lhes contasse vocês se escandalizariam. E estou falando sério. Não é conto, mas uma história real, bem real. Sou de carne, osso e coração. É óbvio que eu fiquei magoado e que me frustei. Poxa, ele é meu pai! Agente espera isso de uma namorada, do irmão, dos amigos mas do pai? Sabe, toda criança tem aquela imagem de um pai que é o seu herói não é? Para mim não foi bem assim. Meu pai não é NADA herói. Isso me revolta? Não. Se foi pra ser assim que seja.
      O fato é que já liberei perdão para muitas coisas que ele já fez na minha vida. Muita coisa mesmo! Poderia lhes contar mil passeios juntos, lugares legais onde fomos e tal mas o que me marcou foi esse lado negativo. Dia dos pais, um dia onde a felicidade tem que imperar, não? Sim, e ela impera na minha vida. Não, eu não odeio o meu pai. Já disse que  o perdoei. Acontece que ele tem a vida dele e eu a minha. Com os meus filhos? Sim, vai ser diferente. Afinal, agente aprende até com os erros dos pais.
      Eu desejo que muitas pessoas não tenham a vida que eu tive e as mágoas que um dia tive por causa do meu pai. Tudo passou, tudo foi superado. Não foi fácil antes disso foi muito complicado. Ferida causada por quem você ama dói muito mais para cicatrizar do que você pensa. Eu amo meu pai. Ele tem lá seus defeitos e possui muitas qualidades também. Afinal, que não as tem? Fico feliz por que ainda em vida a nossa relação pode ser revertida. Seria pior se a morte fosse um obstáculo para nossa possível volta. Sou feliz sim pelo pai que Deus me deu. Não reclamo, não murmuro. Acho que no fundo no fundo Deus sempre coloca ao nosso lado pessoas que servem para nos ajudar em nosso amadurecimento. Por isso, todos dizem que sou maduro demais para idade que tenho. A vida, sim, ela pode te ensinar muitas coisas.



"Esse texto marca minha volta ao blog depois de uma semana longe daqui. Estou feliz por voltar. Desculpa se acharem o texto forte demais. Fiz por causa do dia dos pais e aproveitei que tem uma edição do BLQ sobre o assunto e fiz. Sim, não é um conto. Existem muitas coisas que precisaram ser omitidas. Na realidade, tiveram que ser esquecidas por mim. Afinal, quem perdoa esquece? E a semana passada foi muito boa. Tenho muitas novidades. Rs'. Abraços."

10 comentários:

  1. Naty Araújo

    Nossa, Ítalo.. chorei!
    Sério, só falar de pai eu já me emociono.
    Criar aquela edição ali foi como uma facada no meu peito e acho que se eu tivesse no seu lugar eu seria mais feliz e mais realizada quanto a essas coisas.
    Eu tenho pai sim, mas nunca morei com ele e o conheci quando tinha 10 anos. Ele nunca me procurava e ainda teve a façanha de dizer que eu não era filha dele. Isso foi frustrante e sempre é.
    Isso aí não é nem 1% do que passei e do que passo... Mas ainda fico feliz em saber que tem pessoas que sabem sorrir e se contentar com o pai que tem, pois eu digo que ele não é meu pai... foi apenas um feitor.
    Meu pai é meu padrasto... e é esse amor que eu busco e recebo a cada dia.

    Puts... desabafei aqui. Desculpe!
    Abraços

  1. Juliana Diniz

    Nossa! Me emocionei aqui também. Afinal, pai é pai! rs. E também temos o nosso Paizão né? *_* E gratos somos a Ele por nos presentear com vários outros pais, biológico ou não! :D

    Enfim, quase um século depois rs, respondendo aqui tua pergunta.. não conheço a Jéssica não! :/ Talvez ela foi de lá. o.o ou é e eu não conheço mesmo rs.

    Shalom!

  1. Jota

    Caraca, tô besta aqui. Realmente pelo blog a gente não conhece mesmo a vida das pessoas...

    Enfim... meu pai também não foi aquele héroi todo não sabe.. mas tipo: é o meu pai, portanto, por mais que não demostre, eu sei que ele me ama só pelo fato de nunca ter faltado comida na minha mesa.

    Sabe Italo, acontece que só nós queremos que os pais nos amem, mas, quando é que nós filhos mostramos amor aos nossos pais? Desobedecendo? Reclamando? Agindo como se tudo girasse ao nosso redor?

    Coloque-se no lugar do seu pai: o que vc iria esperar para hoje de um filho seu? Faça o mesmo com ele. Diga que o ama. Isso basta!

    Abraçoos ;)

  1. A!!ªN

    puxa, conheço várias pessoas que têm seus pais como NADA heróis, pior ainda, conheço gente que parece o pai e não o filho, por que tem que ficar se preocupando com as burrices que os pais fazem.

    Sabe, eu não sei o que é isso, pois dentro de casa sempre tive meu pai exemplo e tal, nós discutimos por motivo bobo, mas nada que nos deixe separados por muito tempo, agora tenho amigos e parentes que passaram pelo o que você passou, e ainda passam, eu compartilho essa realidade com eles, afinal amigo é para essas coisas, não vivo isso, mas compartilho a dor de meus amigos...

    tenho certeza que seus amigos te alegram, e o Pai do céu jamais te decepcionou...

  1. ♥ Garota ♥

    Nossa, fiquei emocionada.
    Não posso dizer que entendo, pois estaria mentindo. Não tenho pai, ele morreu há muito, muito tempo...
    Texto lindo, realmente :)
    Beeijoos ♥

  1. Natália

    eu vivo isso e sei como é. meu pai viveu com a minha mãe até meus dois anos, então não me lembro de nada. ele sempre foi e é um pai fantasma na minha vida, esses tempos ele pediu pra entrar na minha vida pela 1ª vez, mas eu disse não, pqê cansei de sofrer.

    somos fortes e superamos.
    beijos

  1. ONG ALERTA

    Que todos pais possam receber um abraco de seu filhos mesmo que seja em sonho, paz.
    Beijo Lisette

  1. Thaina Farias

    Primeira vez que passo por aqui e digo que gostei do seu Blog. Prentendo voltar. Me identifiquei com seu texto, afinal meu pai também não é NADA herói e esse dia infelizmente sempre me lembra tudo que se passou e tudo que ele não foi para mim... Complicado, né? Parabéns pelo Blog, Italo. Abraços.

  1. Juliana Diniz

    É, abandonei a "blogsfera" por um tempo, mas estou de volta rs.
    AH! Eu ia lá sexta-feira, pois meu primo e minha líder linda rs, juntamente com ministério de louvor lá da igreja foram convidados pra ministrar. :D Mas nem deu. :/ Tive ensaio do teatro. \o/ Enfim.. quando tiver alguma oportunidade vou sim. ;D. Shalom!

  1. Leila Ice Girl

    Oi, gostei muito do seu texto, é muito corajoso da sua parte expor algo assim, tão pessoal, principalmente por que as pessoas, a maioria se preocupa mais em "manter as aparências". Infelizmente não são todas as pessoas que podem dizer que tem o melhor pai mundo.

 

2011 por Natalia Araújo 2013 por Allan Penteado. Exclusivamente para o blog Manuscrito. Cópia parcial ou integral é totalmente proibida.