Crazy Little Things

Posted by Italo Stauffenberg Marcadores: ,

      - I Hate Everything About You - Thee days Grace
      Não era para eu ter razões para ODIAR você, mas o que tens feito comigo me sobram motivos para se fazer uma lista de tudo o que odeio em você. Eu amava seu jeito de ser e a forma como me tratava. Gostava de sua amizade e do teu jeito sincero, embora rude. Você foi a minha maior alegria, mas a minha pior decepção. Posso dizer que já superei muito deste que tudo aconteceu, desde que você se foi por completo da minha vida. Somente, você não levou consigo as cicatrizes que ficaram marcadas. Marcadas em minha mente, em meu coração e em minha vida.
      Por esses e outros motivos eu ODEIO quando você se passava por amiga onde eu sentia todo apoio em você e hoje vejo que era tudo ilusão. Sinto repulsa em dizer que ODEIO o modo como sou tratado hoje por você e toda a frieza que você me olha. ODEIO ter que dizer que não consigo mais te admirar e ODEIO confessar que nunca mais poderei confirar em você. Você me fez alguém que eu não queria que existisse dentro de mim. Eu ODEIO ter que admitir que as minhas tentativas em te ajudar fizeram-me afastar de ti. ODEIO pensar que por te amar demais, te afastei de mim e sinto urticária só de imaginar você ser tão desprezível assim.
      Por muitas coisas posso dizer que odeio esse seu jeito, essa pessoa que você se tornou. No fundo, você deveria ser assim. Somente eu que não percebia. Você me fez parar e pensar. Pensar que os seres humanos são são tão amáveis, confiáveis. Eu ODEIO ter que viver com essa angústia, ODEIO confessar que por causa de você eu me tornei, eu fiquei assim. Por quê? O que eu fiz para merecer este desafeto, esse afastamento, essa distância? ODEIO ter que revelar meus sentimentos e assumir para todos que ODEIO escrever tudo isto e um dia voltar atrás por que o sentimento, embora falado ou escrito pode se reverter quando sentido. Você é como uma droga na minha vida, um vício, um ciclo vicioso.
      Por você eu cometi meus maiores deleitos, por causa de você eu me tornei esta pessoa áspera, desiludida e magoada. O que dói mais ainda é saber que só com um pedido formal de desculpas de você tudo pode melhorar. O que me dá mais raiva é ter a ciência de que este pedido nunca acontecerá. Você pensa que tudo está normal quando nada, repito, nada está normal. Viva sua vida, eu viverei a minha. Te amando ou te odiando, o que importa é que eu tenho muito o que aprender. Pode ser que te odiando, eu me torne alguém melhor.


"Como eu sei ser dramático, não? Esse texto é para a pauta do Bloínquês. Um texto inspirado em uma circuntância da minha vida, embora, em muitas partes seja fictício. Na realidade, eu gosto mesmo é de martirizar! Rs'. Espero que tenha gostado do texto galera! Ah, minhas provas foram adiadas! uhu *-* Também tenho umas novidades para contar, mas só depois. Forte abraço. PS.: AGORA É DIFERENTE, VOTE SERRA 45, PRESIDENTE."

7 comentários:

  1. Karenzinha

    Nossaa.. [só pra variar] perfeito seu texto.. e infelizmente tbm me encaixo nele por questões que passei em minha vida..

    Como vc consegue se expressar tão bem??? Muito perfeito.. parabéns!!!

    Tava com saudades de teus textos já... hehe

    Beijos!!

  1. Leila Ice Girl

    completely dramatic now! ehhe, muito bom, o fato de ser meio pessoal acho que ajuda na hora de compor um texto né? E com talento dá pra dramatizar bastante. Muito bom!

  1. Kel ♥

    Uau! Adorei o texto.
    Forte, com sentimento. Sinto que estou me decepcionando com um de meus amigos e esse texto meio que me fez pensar nisso :)

    Ótimo post :D

  1. Patrícia N.

    "Pode ser que te odiando, eu me torne alguém melhor."
    Profundo,hein?Haha
    Também tenho isso de ficar 'remoendo' minhas antigas decepções e transformando elas em textos,histórias e reflexões.Confesso também que muitas das pessoas que me magoaram se tornaram 'pivôs' de muitos textos que escrevi no blog.
    Fique com Deus.

  1. Naty Araújo

    eu gostei, Ítalo, mas isso aqui não é opinativo também não.
    Tá parecendo mais uma carta mesmo rsrsrs.

    Abraços em ti.

  1. Yasmin Kuhnert

    Muito bom! Todo drama, e não é novidade, você sabe usar as palavras. Agora pensando no conteúdo, deve ser triste quando algo bonito se tranforma nisso. Espero que nunca aconteça isso nas circustâncias atuais. ^^

  1. Allan Penteado

    profundo e dramático hehe, parabéns pelo pódio e ah a música é linda caprichou

 

2011 por Natalia Araújo 2013 por Allan Penteado. Exclusivamente para o blog Manuscrito. Cópia parcial ou integral é totalmente proibida.