X-Men: Dias de um Futuro Esquecido

Posted by Italo Stauffenberg Marcadores: , , , , ,

X-Men: Dias de um Futuro Esquecido. Foto ilustrativa com todos os mutantes envolvidos na trama dirigida por Brian Singer

      Acredita-se que este seja o filme de super-heróis mais esperado do ano. Com certeza, Capitão América 2 – O Soldado Invernal nem de longe foi tão aguardado quanto a série da Marvel Comics que ganhou o coração de adolescentes do mundo inteiro por meio da história fascinante de seres mutantes que lutam a todo custo viver pacificamente entre os seres humanos considerados “normais”. X-Men: Dias de um Futuro Esquecido é quinto filme da saga dos super herois e vilões liderados pelo professor Charles Xavier e Magneto, respectivamente. Outros dois filmes retrataram episódios solos de Wolverine.
      Sob direção de Bryan Singer (X-Men e X-Men 2) e roteirizado por Simon Kinberg (X-Men 3, Sherlock Holmes) com Hugh Jackman, Michael Fassbender, James McAvoy, Jennifer Lawrence, Nicholas Hoult, Peter Dinklage, Ellen Page, Shawn Ashmore, Omar Sy, Evan Peters, Josh Helman, Halle Berry, Bingbing Fan, Patrick Stewart e Ian McKellen no elenco, a nova produção da Marvel tinha como objetivo conquistar os fãs que ficaram totalmente decepcionados com o desfecho de X-Men: O Confronto Final (2006) em que o professor Xavier  havia morrido em uma batalha mental contra Fênix (alter ego sombrio de Jean Grey). Como aceitar a morte de um dos personagens que mais defenderam a comunhão pacífica de mutantes com seres humanos? Como retirar o arquirrival de Magneto?
      O filme subseqüente da franquia, X-Men: Primeira Classe foi lançado em 2011 com o objetivo de explicar a formação da Escola para Mutantes do Professor Xavier. Foi brilhante! Atuações perfeitas de Michael Fassbender, James McAvoy e Jennifer Lawrence, nos papéis de Magneto, Charles Xavier e Mística, respectivamente. E parece que o sucesso do trio rendeu a ousada criação de uma nova série intitulada Dias de um Futuro Desconhecido.
Hugh Jackman, mais uma vez, interpretando o personagem que lhe deu projeção mundial: Wolverine.

      No novo longa-metragem dos X-Men, em um futuro sombrio e longínquo, os super-heróis mutantes tentam sobreviver as astutas investidas dos Sentinelas. Eles são robôs criados pelo cientista Bolivar Trask com a única finalidade de destruir todo e qualquer tipo de mutação. No futuro, Charles Xavier e Magneto se unem para tentar reverter esta situação já que os Sentinelas haviam destruído grande parte dos mutantes
      A solução encontrada foi voltar ao passado para mudar o futuro. O ponto chave dessa mudança seria evitar o assassinato de Bolivar Trask por Mística. Segundo Magneto e o professor Xavier, este fato desencadeou uma série de ações do governo norte-americano no incentivo a fabricação dos Sentinelas para proteger a população mundial de um perigo iminente: os mutantes.
      E o único mutante capaz de voltar ao passado sem sofrer nenhum tipo de dano seria Wolverine já que ele possui a capacidade de se recuperar de qualquer tipo de ferimento. Pois bem, voltando a década de 1970, Wolverine se reencontra com Charles Xavier e Henry McCoy (o Fera). Nesse período, Xavier está desacreditado e oprimido pela frustração de ter sido abandonado pelos seus melhores amigos.  Detalhe, nessa circunstância, Charles Xavier voltara a andar devido ao forte consumo de medicamentos elaborados por Henry McCoy que causaram a sua perda de poderes.

Henry McCoy, professor Xavier e Wolverine em uma cena do filme

      Wolverine se depara com dois problemas: mudar o futuro e voltar a dar esperança ao professor desacreditado. A segunda opção não demorou muito a acontecer e, rapidamente, Xavier, McCoy e Wolverine se uniram para impedir o plano de Raven (Mística). Contudo, era preciso resgatar Magneto que estava preso no Pentágono sob a acusação de ter assassinato o presidente John F. Kennedy.
      A trama se desenvolve até o momento em que Mística é impedida de matar Bolivar Trask. Só as datas mudam, pois a mutante decide assassinar o empresário e cientista em outra ocasião. Todavia, seus planos são alterados devido a constante ação mental do professor Xavier, que já sob posse de seus poderes interpele a vilã que não cometa o crime para que a vida de outros mutantes seja poupada. E brilhantemente, o futuro foi mudado.
      Confesso que o filme superou as minhas expectativas. A cada cena de ação e duelo entre os Sentinelas e os mutantes sobreviventes meu coração ardia com a possibilidade de alguns deles morrerem. Como assimilar a morte da Tempestade? Como aceitar o infortúnio de super-herois, como a telepata Kitty e Bobby (Homem de Gelo), juntos da ótima Blink, do Colossus, de Apache, do Mancha Solar e de Bishop - equipe formada por ex-alunos da escola Xavier, morrem subversivamente?
      X-Men: Dias de um Futuro Esquecido traz a dosagem certa de emoção, cenas de ação e muita história boa para contar. A única falha do roteiro está em não explicar como o professor Xavier voltou a viver reluzente e sabiamente entre os seres vivos e como se formou a aliança com Magneto. Jennifer Lawrence, atriz que dá vida a Mística na fase jovem também está espetacular e não há o que falar de Michael Fassbender, que em minha humilde análise, é o melhor ator do cenário cinematográfico atual mesmo ainda não conquistando nenhum Oscar. 
      O diretor Bryan Singer já promete uma nova saga dos super-heróis mutantes prevista para 2016. X-Men: Apocalipse já está no hall dos filmes mais aguardados do século por uma turma de fãs da série em quadrinhos que conquistou, conquista e conquistará ainda muitas gerações. 

 Michael Fassbender, o Magneto jovem. 


FICHA TÉCNICA
Direção:  Bryan Singer
Produção: Richard Donner
Roteiro: Simon Kinberg
Elenco original: Hugh Jackman, Michael Fassbender, James McAvoy, Jennifer Lawrence
Gênero: Ação, Aventura, Ficção
Duração: 2h12 minutos
Idioma original: Inglês
Estúdio: Marv Filmes
Distribuição: Marv Filmes/FOX Filmes

0 comentários:

 

2011 por Natalia Araújo 2013 por Allan Penteado. Exclusivamente para o blog Manuscrito. Cópia parcial ou integral é totalmente proibida.