FICAR NU

Posted by Italo Stauffenberg Marcadores: , , , ,


Existe um nível de intimidade que palavras não podem expressar. Essa ligação de intimidade de duas pessoas que permite conhecer um ao outro de forma infinita. Quando nos apaixonamos, desejamos essa intimidade, e a verdade é que nós não temos conhecido essa conexão relacional por modelos saudáveis. Homens e mulheres não estão deixando exemplos de relacionamento consigo mesmo, com o próximo, com Deus. E é sobre isso que quero dizer: É preciso ficar nu. Do que eu estou falando? Não fique confuso, mergulhe comigo na Palavra e vamos entender isso.

Quando Deus criou Adão e Eva, Ele os colocou no jardim (Gênesis 1 e 2). Eles estavam nus, sem roupas. Deus os criou um para o outro. Eles tornaram uma só carne. Esse foi o plano do Pai. E aí você já conhece a história, Adão e Eva comem do fruto que foram instruídos para não comer, e eles imediatamente percebem que estão nus (Gênesis 3.7). Então eles procuraram algo para se cobrir. Ao lermos essa passagem por vezes desprezamos esse detalhe, e não entendemos porque eles estavam nus, ou o porquê que eles se cobriram logo após, imediatamente. Existe um forte motivo de estar nu ou estar vestido. Adão e Eva foram expostos a uma nova ideia que eles ainda não conheciam, a integridade.

Eles foram feitos seres relacionais, e eles estavam nus, não tinham vergonha. Por quê? Porque eles entendiam uma coisa, Adão e Eva eram um. Na criação de Eva, Ele disse ao casal: ‘Homem deixará pai e mãe… e com sua esposa eles se tornarão uma só carne’. Essa declaração não é apenas um lindo poema, é uma forte sentença sobre a natureza de Deus. A palavra no original dos manuscritos desse texto para “um/uma” é Echad. Echad é utilizado várias outras vezes no Antigo Testamento; quando o Senhor diz “Israel tem um Deus” a palavra é Echad. E em várias outras vezes Echad significa o um de Deus. Ou seja, Adão e Eva na sua união refletem a imagem de Deus. É aqui que tudo fica muito mais profundo, o casamento é o reflexo de Deus. Não foi com propósito de poesia que Jesus ensinou sobre o Reino como uma festa de casamento, ou quando Paulo nos fala sobre Cristo sendo o noivo e a igreja – a noiva. Echad reflete quem somos, reflete quem Deus é.

Mas como no sistema moderno e corrupto do mundo, temos replicado em toda a sociedade, incluindo na igreja essa falsa realidade de união. As pessoas dormem juntas mas não assumem uma responsabilidade uma com a outra. Pessoas se tornam objetos de desejos, e são tratadas como objetos em revistas e vídeos sensuais e eróticos, tirando a humanidade das pessoas que Deus criou. É por isso que quando a jovem garota acorda na manhã seguinte que dormiu com um rapaz que conheceu na noite anterior, ela deseja ligar para ele, ela quer saber qual será o futuro da relação. Ela quer ficar nua, ela quer conhecer o ser infinito no rapaz. Essa é a sexualidade de Deus que está dentro de nós buscando o Echad. E como sabemos, as pessoas estão fazendo sexo e não estão ficando nuas. Filhos não têm pai, pais e mães divorciados é aceitável e comum. Como seres humanos criados à imagem de Deus estamos desvalorizando aquilo que Deus fez tão valioso. Mas isso é sobre aquilo.

Essa desvalorização acontece porque não sabemos quem nós somos, não sabemos quem somos pois não sabemos quem Ele é, e sem saber quem Ele é não sabemos quem as pessoas são, e Echad é apenas uma linda poesia, não é mais ensinado e inspirado, pois não ficamos nus.

Não ficamos nus diante de nós mesmos, mentimos para nós mesmos, nos enganamos.

Não ficamos nus diante de outros, usamos máscaras, não somos verdadeiros.

Não ficamos nus diante de Deus, nós nem o conhecemos.

Ficar nu é ter intimidade, ou seja, é conectar por fora exatamente como conectamos por dentro. E isso é extremamente perigoso, nos tornamos vulneráveis, nos tornamos reais. Jamais poderemos conhecer Cristo se não ficarmos nu, se não nos expormos em todas as áreas das nossas vidas. É aqui que não nos conformamos com o mundo, mas somos transformados pela renovação da nossa mente. Precisamos nos arrepender por nos cobrirmos e não nos permitirmos ser renovados na mente de Cristo.

Integridade é ser por fora exatamente como você é por dentro, sim, estou falando sobre ser íntegro e ter intimidade com Deus, consigo mesmo e com o próximo. Isso não parece o modelo que Jesus nos apresentou? Eu descubro cada dia dessa caminhada que preciso mais e mais desse transformar e moldar, eu preciso mais do que qualquer um outro. Precisamos ficar nus, viver em transparência e clareza, é hora de tornarmos verdadeiros. E você? Será que isso se refere a você?



Por Jonathan Costa, do site SHORES OF GRACE
Gostaram do texto? Fiquei extremamente impactado com o que li. E resolvi compartilhar aqui também. Encontrei-o depois de uma breve pesquisa sobre o "Soaking" (postarei depois do que se trata) e fiquei extasiado. Como é bom desvendar a palavra do Senhor. Tudo o que precisamos - para conhecê-lO - é ter intimidade. Essa é a chave para qualquer relacionamento, e com Deus não seria diferente. Li esse texto escutando esse mix de canções do novo álbum do Diante do Trono, Imersão. São lindos louvores espontâneos interpretados pela Ana Paula Valadão. Vale a pena dar uma conferida e se permitir ser ministrado pelo Espírito Santo de Deus. ABRAÇOS.

0 comentários:

 

2011 por Natalia Araújo 2013 por Allan Penteado. Exclusivamente para o blog Manuscrito. Cópia parcial ou integral é totalmente proibida.