Sobre amar Jesus...

Posted by Italo Stauffenberg Marcadores: , , , , , , ,


“[...] tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim”.
 (João 13.1b)

Eu não sei se você já passou pela experiência de amar alguém. Muitas vezes confundimos “gostar” com “amar”. Por desconhecermos o que é “amor”, acreditamos que basta sentirmos atração por alguém que já estamos “amando”. Vivemos em uma geração intensa. Conhecemos uma pessoa hoje e amanhã já dizemos que aquela pessoa é a “melhor pessoa do mundo”. Amamos muito fácil. Melhor, pensamos que amamos.
Nossos relacionamentos, muitas vezes, são acelerados. Não damos “tempo” ao tempo. Queremos tudo para agora. O ontem já foi e o amanhã está bem aí. Hoje não importa. Tudo isso, na verdade, não é amar. É gostar. Gostamos muito fácil das pessoas por que nos identificamos com elas. No entanto, identificação não é sinônimo de amar. Eu não sei você, mas muitas vezes me vi contando nos dedos os amigos que tenho e que posso contar e confiar. Essa conta nunca chegou a um denominador comum não por que não consiga estabelecer vínculos com pessoas, mas por que amigos de verdade estão em falta. Amar está em falta. Amamos de palavra, mas não de atitudes. E amar é uma decisão, uma atitude.
O apóstolo João soube empregar bem o conceito de amor de Jesus. Ele nos amou até o fim. João utilizou a palavra grega “ágape” para destacar o amor divino de Jesus em relação a humanidade. Mesmo na iminência de morte, Jesus nos amou até o fim. Tudo para que um propósito fosse cumprido. Ele não falhou em sua missão. E nós? Talvez você tenha um(a) melhor amigo(a), compromissado(a) ou esposo(a) que te faça viver um amor intenso, mas nunca poderá compará-lo com aquilo que Jesus já fez por você.
Eu aprendi que só amamos por que Jesus nos amou primeiro. Aprendemos a amar por que Ele é o exemplo do amor. Quando conhecemos O Amor damos valor ao próximo e nas pequenas coisas demonstramos nosso cuidado e empatia por aqueles que estão ao nosso redor (João 13.34,35). Não se preocupe com os começos. Se interesse pelo fim. Jesus é o único que até o fim nos amou. Até as últimas consequências.

Você está preparado para receber este amor?

0 comentários:

 

2011 por Natalia Araújo 2013 por Allan Penteado. Exclusivamente para o blog Manuscrito. Cópia parcial ou integral é totalmente proibida.